Investigação Psicopadagógica pelo PLIN (Protocolo Lince de Investigação Neurolinguística)

A educação brasileira tem se conscientizado de que os problemas enfrentados só serão amenizados pelo esforço conjunto, partindo das competências de cada envolvido no processo de ensino/aprendizagem. Com isso vimos um importante progresso de conscientização nacional, em que os educadores se fazem ouvir, mostram suas carências, e vão em busca de qualificação, onde Boquinhas tem feito parte.

Uma educação compromissada e que almeje resultados consistentes necessariamente deve envolver todos os alunos, onde a inclusão pedagógica se faz presente. A aquisição da leitura e escrita é palco do desenvolvimento de muitas habilidades neurolinguísticas e a parceria entre a Educação e a Saúde tem contribuído com ganhos para a real compreensão desse processo, e suas eventuais falhas.

É de suma importância que todo educador conheça os processos esperados na aquisição de leitura e escrita, suas dificuldades e as principais patologias, a fim de mediações pontuais e encaminhamentos mais acertados. Portanto, investigar o perfil neurolinguístico e o potencial de aprendizagem de cada aluno, de maneira simples e lúdica, para detectar falhas primárias e contribuir no planejamento das aulas, é indispensável a todo bom educador. Dessa forma, contribuirá satisfatoriamente para uma adequada mediação pedagógica das dificuldades detectadas precocemente, minimizando o que chamamos de “patologização do ensino”.

Somente com a compreensão do esperado para cada habilidade neurolinguística, o educador poderá detectar falhas pontuais e eventualmente solicitar encaminhamentos aos setores de saúde, dos desvios encontrados, podendo dialogar entre os especialistas, a fim de contribuir para diagnósticos mais consistentes e uma real parceria de trabalho.

O Jogo Lince de Boquinhas tem sido trabalhado pela autora, desde 2006 como instrumento de auxílio investigativo das funções neurolinguísticas envolvidas na aprendizagem da leitura e escrita. A partir das evidências observadas, comparadas aos manuais de diagnóstico, a autora desenvolveu o protocolo PLIN, para investigar qualiquantitativamente as habilidades estudadas, podendo compará-las com as principais patologias afetadas nessa aquisição (dislexia, TDAH, deficiência intelectual).

Esse protocolo foi testado estatisticamente e serve de instrumento para o fim a que se destina, sendo apresentado nesse curso de maneira completa e prática, em seus quesitos qualitativos de cada habilidade, e quantitativos com comparações entre normalidade e patologias. Como continuidade, o trabalho se desenvolverá no sistema de mentoring, em grupo de estudo de 3 meses por Whatsapp, com um mentor Multiplicador de Boquinhas, para aprofundamento dos conteúdos abordados no curso e mediação da prática.

Idealizadora do Método: Dra. Renata Savastano Ribeiro Jardini

Dra. pela UNICAMP/Campinas, Faculdade de Ciências Médicas (2007), Mestre (2004) pela mesma instituição e departamento; Psicopedagoga pela UNICEP/São Carlos (2004); Fonoaudióloga pela UNIFESP/São Paulo (1981).

Ministrante:

Viviani Guimarães

Público Alvo:

Fonoaudiólogos, psicólogos, psicopedagogos, educadores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental.

Objetivo Geral:

Proporcionar desenvolvimento e aperfeiçoamento aos profissionais.

Objetivos Específicos:

  • Capacitar o educador a conhecer o desenvolvimento normal do processo de aquisição da leitura e escrita;
  • Capacitar o educador a conhecer e discriminar as alterações mais comumente apresentadas, diferenciando-as entre dificuldades e distúrbios;
  • Capacitar o educador a conhecer os principais distúrbios da leitura e escrita: Dislexia, TDAH e Deficiência Intelectual;
  • Conhecer o Jogo Lince e seus múltiplos objetivos investigativos das funções neurolinguísticas;
  • Conhecer o PLIN e como aplicá-lo, com discussão de aplicação em vídeo, da autora;
  • Conhecer qualitativamente as respostas ao PLIN, associando-as às patologias mais comuns de leitura e escrita (dislexia, TDAH, deficiência intelectual);
  • Compreender o processo de análise qualitativa e quantitativa das planilhas do PLIN;
  • Discussão de casos aplicados.
  • Participar do grupo de mentoria (Whatsapp) com aprofundamento teórico e assistido da prática.

Metodologia:

Aulas expositivas teóricas e oficinas práticas do conteúdo apresentado e acompanhamento pós curso em mentoring.

Conteúdo do curso

  • Principais distúrbios da leitura e escrita: Dislexia, TDAH e Deficiência Intelectual;
  • Investigação com os pais (dados significativos da história pregressa);
  • Investigação com a escola e estudo do material escolar (dados avaliativos e evolutivos);
  • O lúdico como instrumento investigativo;
  • Apresentação do Jogo Lince de Boquinhas (detalhamento dos objetivos e suas implicações na aprendizagem);
  • Habilidades neurolinguísticas estudadas (habilidades de consciência fonológica (HCF); habilidades vísuo-espaciais (HVE); habilidades de leitura e escrita (HLE); habilidades de cognição (HCO); habilidades de memória imediata (HMI)) e suas implicações na aprendizagem;
  • Correlações das habilidades estudadas e as patologias Dislexia, TDAH e Deficiência Intelectual;
  • Estudo das observações comportamentais durante o jogo;
  • Treino do Jogo Lince e sua ludicidade;
  • Treino da aplicação do PLIN;
  • Estudo dos minifilmes com a autora e uma criança assintomática;
  • Preenchimento das planilhas e interpretação qualitativa e quantitativa dos resultados;
  • Emissão de relatórios com os dados do PLIN, adequado a cada área profissional;
  • Sugestões de mediações pedagógicas para as alterações apresentadas, pela metodologia Boquinhas;
  • Discussão de casos.

Grupo de Mentoria - WhatsApp

  • Estudo sequencial e aprofundado dos conteúdos abordados no curso;
  • Discussão e assistência na prática dos alunos.

Recursos Necessários:

  • Sala ou auditório com cadeiras;
  • Projetor datashow com micro computador;
  • Sistema de som para microfone e multimídia;
  • A Autora disponibiliza a Apostila Digital, este que o contratante deverá enviar aos participantes matriculados no curso, até 1 semana antes do evento acontecer.
  • Certificado Digital registrado e validado em nossa empresa.
  • Atenção: Cada mesa terá um jogo Lince e um kit plastificado do protocolo completo, com as planilhas, para o aluno aprender a usar e treinar. Se cada participante quiser ter o seu Protocolo PLIN, ele estará disponível para venda, todavia para acompanhar o curso ele é opcional.

    Cronograma:

    A ser definido de comum acordo entre as partes envolvidas, num total de 50 horas, sendo 16 presenciais. Certificado de 50 horas.

    Empresa:

    Boquinhas Aprendizagem e Assessoria Ltda – ME, estabelecida a Rua Hermínio Pinto, nº 6-38, Jardim Higienópolis, Bauru / SP – CEP: 17.013-201 CNPJ: 09.508.047/0001-35, Inscrição Municipal 513875 e Inscrição Estadual 209.445.841.111.